No dia 03 de novembro de 2015, em São Paulo (SP), demos continuidade à série especial de Diálogos em comemoração ao Ano Internacional da Avaliação. Evento gratuito.

 

 

 

 

O Instituto Fonte e o FICAS, com apoio da Fundação Itaú Social, promoveram mais um debate sobre um dos maiores desafios que as avaliações encontram: saírem da gaveta e irem rumo à prática, à tomada de decisões e à mudança nos processos de gestão das organizações. Os temas dos encontros têm sempre como pano de fundo a relação entre avaliação e outros processos de gestão das organizações.

O último Diálogo dessa série abordou a relação entre avaliação e processos de aprendizagem
- Como a avaliação pode servir para a aprendizagem e formação de equipes?
- Como a formação e aprendizagem da equipe qualificam e melhoram a avaliação de projetos e iniciativas sociais?
- Como organizações vivem isso na prática?
- Quais são os principais desafios enfrentados nessa relação?

Presenças confirmadas: Cecília Galvani, diretora-presidente do Instituto Lina Galvani (ILG), Luciana Medeiros, do Grupo de Discussão de Avaliação do CENPEC (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária) e Martina Rillo Otero, consultora do Instituto Fonte e coordenadora do Projeto Avaliação. Mediação: Andreia Saul, diretora e fundadora do FICAS.
 

Evento gratuito e aberto ao público. 
Quando: 3 de novembro de 2015
Horário: Das 9h30 às 13h
Local: Itaú Cultural - Avenida Paulista, 149 - Sala Vermelha, 3º andar. Bela Vista, São Paulo (SP).

 

Saiba mais sobre as palestrantes 

Cecília Galvani - Psicóloga formada pela PUC-SP, é fundadora e diretora-executiva do Instituto Lina Galvani. Desde 2004 pesquisa a Terapia Comunitária Integrativa como ferramenta de promoção do desenvolvimento social. Em 2014 recebeu a certificação em Práticas Colaborativas e Dialógicas pelo Taos Institute, aprofundando a compreensão do poder transformador presente em processos conversacionais. Implantou iniciativas em diferentes regiões pelo Brasil, do polígono da seca a periferia de São Paulo.

Luciana Sampaio de Medeiros Ferreira – Responsável pela área de avaliação do Programa Jovens Urbanos do CENPEC e coordenadora do Grupo de Discussão de Avaliação na Instituição. Profissional com experiência em projetos educacionais, culturais e comunitários, com histórico em organizações não governamentais e instituições públicas. Formada em Ciências Sociais, com quatro anos de experiência em educomunicação,12 anos de experiência em avaliação de projetos e 12 anos de trabalho com juventude. 

Martina Rillo Otero - Consultora e facilitadora de processos, é associada ao Instituto Fonte desde 2007. Bacharel em Psicologia e mestre em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento, ambos pela PUC-SP. Já lecionou na Universidade São Francisco (SP), ministrando aulas de Análise do Comportamento e na UNICAPITAL (SP), ministrando disciplinas sobre Terceiro Setor. Desde o mestrado tem se especializado na avaliação de projetos sociais e na investigação de temas relacionados ao papel da Ciência e da Tecnologia na transformação social e na promoção da democracia. No Instituto Fonte, realiza especialmente consultorias na área de avaliação para clientes como Fundação Tide Setubal, Instituto HSBC Solidariedade, Fundação Roberto Marinho, Conectas Direitos Humanos, Instituto ABCD, dentre outros. Desde 2008 coordena o Projeto Avaliação. É organizadora do livro “Contexto e Prática da avaliação de iniciativas sociais no Brasil: temas atuais”.