Projeto Avaliação

O objetivo central do Projeto Avaliação é promover o fortalecimento da avaliação de iniciativas sociais, a partir da reflexão sobre sua prática e do seu enfoque no desenvolvimento de indivíduos, iniciativas e organizações.

O Projeto Avaliação nasceu em 2008, a partir da parceria entre Instituto Fonte e Fundação Itaú Social.


A marca do Projeto é abordar o tema da avaliação a partir da troca entre sujeitos situados em diferentes lugares (ONGs, financiadores, avaliadores, etc) e do enfoque na prática.

Além da Fundação Itaú Social, o Instituto Fonte conta com outros parceiros importantes nesta iniciativa: Instituto Paulo Montenegro, IBOPE Inteligência, Fundação Roberto Marinho, Instituto C&A e Editora Peirópolis.

São três linhas de atividades:

1) Promoção de “Diálogos: encontros abertos e gratuitos que enfocam a troca entre profissionais da avaliação e gestores de iniciativas sociais.

Esses eventos têm permitido que gestores de iniciativas sociais, avaliadores e estudantes tomem contato com a avaliação e troquem suas vivências e conhecimentos. É um espaço de encontro já consolidado, que conta com a participação média de 100 pessoas, algumas delas de forma sistemática. Confira o nosso acervo de conteúdo sobre todos os Diálogos já feitos desde 2009 (transcrições, vídeos e fotos).

2) Realização de pesquisas no campo da avaliação em iniciativas sociais

3) Produção de publicações, estudos de casos e materiais sobre essa temática.

Para acessar os textos sobre os temas da Avaliação de Programas e Projetos, consulte a nossa Biblioteca Fonte.


 

 

Diálogos

Nesta sessão você encontrará a sistematização e os materiais produzidos nos eventos do Projeto Avaliação.
 

2016 -  Diálogos Regionais em parceria com a Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação

 

27 de setembro: A "Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável e os desafios do monitoramento e avaliação em nível local" foi o tema do Diálogo, que aconteceu em Brasília, no Auditório do IPOL/UNB. Estiveram presentes: Paulo Jannuzzi (professor convidado da UnB e ex-Secretário de Avaliação e Gestão da Informação do Ministério do Desenvolvimento Social)Ana Cristina Matos (Oficial de Monitoramento e Avaliação do UNICEF); Diva Irene da Paz Vieira (Núcleo de Indicadores de Desenvolvimento e Pesquisa - NIDEP – SESI/PR). 

 

02 de setembro: "Avaliação na Região Norte em Diálogo com o Brasil” foi o tema do Diálogo, em Belém (PA), que contou com a presença de Marcelo José Braga (coordenador do Curso de Pós-Graduação em Economia Aplicada da Universidade Federal de Viçosa - UFV), Maria Amélia Enríquez (Secretária Adjunta da Secretaria de Estado de Ciências Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica - SECTET) e Paulo Amaral (pesquisador do Imazon Diretor Administrativo da empresa Terras). 

 

28 de julho: Diálogo "Limites e possibilidades da avaliação das políticas públicas: a prática do Nordeste" com Maurício Cruz (SEPLAG – Secretaria de Planejamento e Gestão de Pernambuco), Marcos Falcão Gonçalves (Banco do Nordeste) e Cristina Xavier Ferreira (SEPLAN – Secretaria de Planejamento da Bahia). O evento foi mediado por Saritta Brito, associada do Instituto Fonte.

 

2015 - eleito como o Ano Internacional da Avaliação

3 de novembro- Último Diálogo do Projeto Avaliação em 2015, em São Paulo. Convidados abordarão a relação entre avaliação e processos de aprendizagem. Evento gratuito, mas com vagas limitadas. 

Diálogo que abordou a relação entre avaliação, comunicação e mobilização de recursos, contando com a presença de Ana Neiry de Moura Alves, da Associação Cultural Pisada do Sertão (Poço de José de Moura - PB) e Mirley Jonnes P. da Silva, técnico de projetos e articulador político da Casa Pequeno Davi (João Pessoa - PB). O debate foi mediado por Carline Piva, gestora de comunicação do Instituto Fonte, e Franklin Felix, coordenador político-estratégico do FICAS.

Diálogo que abordou a relação entre avaliação e planejamento estratégico, com os convidados Antonio Luiz de Paula Silva, facilitador do Instituto Fonte, Selma da Costa Moreira, diretora executiva do Baobá – Fundo para Equidade Racial, Vinícius Ribeiro, coordenador de Monitoramento e Avaliação da Luta pela Paz, com mediação de Martina Rillo Otero (Instituto Fonte), em 2 de julho de 2015, em São Paulo (SP). Iniciativa realizada em parceria com o FICAS. 
 

2014

Diálogo "Como aprender com os erros nos processos de avaliação" com os convidados Andreia Saul (FICAS) e Haroldo da Gama Torres (Fundação Seade), com mediação de Martina Rillo Otero (Instituto Fonte), em 5 de dezembro, em São Paulo (SP).

Diálogo "A construção e o uso de avaliação em iniciativas sociais" com os convidados Domingos Armani (consultor; autor de obras de referência sobre o tema e professor de diversas instituições na área de gestão social) e Carolina Andion (pesquisadora do Núcleo de Inovações Sociais na Esfera Pública (Nisp) e coordenadora do programa Esag Comunidade), em outubro de 2014, em Florianópolis (SC).

Diálogo “Produção e usos de indicadores na avaliação de ações governamentais e do terceiro setor: intersecções, trocas e aprendizagens”, com os convidados Luzia Laffite (Instituto da Infância – IFAN/CE), Fernanda Farias (Associação Civil Alternativa Terrazul), Jimmy Oliveira (Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará), em agosto de 2014, em Fortaleza (CE).


Diálogo "A formação de capacidade avaliativa em pessoas e organizações", com os convidados Isabel Santana (Fundação Itaú Social), Pierre André Ruprecht (SP Leituras) e mediação de Martina Rillo Otero (Instituto Fonte), em junho de 2014, em São Paulo.

 

2013

Diálogo "O uso de indicadores educacionais na avaliação de iniciativas sociais: o caso do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica - IDEB”, com Martina Rillo Otero e Madelene Barboza (Instituto Fonte) e convidadas: Elaine Toldo Pazello (FEA/USP), Patrícia Diaz e Carolina Glycerio (Comunidade Educativa CEDAC) e Patricia Mota Guedes (Fundação Itaú Social), em novembro de 2013, em São Paulo.


"Diálogo "A integração entre a avaliação e gestão no mundo real", com Martina Rillo Otero e Madelene Barboza (Instituto Fonte) e convidadas: Ana Carolina Ferreira Francisco (Associação EMCANTAR), Ana Elisa Gugisnki Caron (Instituto Compartilhar),  Joyce Menasce Rosset (Associação Hurra!), Juliana Di Thomazo (Instituto Camargo Correa), Nelci Abilel (ACM-SP) e  Tâmara Evelyn Custódio Machado (Projeto Pérola), em junho de 2013, em São Paulo.


As Abordagens de Avaliação no Brasil”, com Nilma Fontanive (Fundação Cesgranrio), Marcia Joppert (Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação) e Martina Rillo Otero (Instituto Fonte), em março de 2013, no Rio de Janeiro.

 

2012

"Abordagens e práticas da avaliação de iniciativas sociais no Brasil - A perspectiva dos profissionais que atuam na área", com Martina Rillo Otero (Instituto Fonte), Antonio Bara Bresolin (Fundação Itaú Social) e Monica Dias Pinto (Fundação Roberto Marinho).

"A utilização de indicadores sociais na avaliação de iniciativas não governamentais", com Paulo de Martino Jannuzzi, Maria Alice Setubal e Maurício Érnica.

 

2011

"Integração de métodos em Avaliação: possibilidades e limites", com Ana Luiza Borges e Juarez Furtado.

"A aprendizagem e a tomada de decisões a partir de processos de avaliação", com Thomaz Chianca, Monica Dias Pinto e Lígia Vasconcelos - encontro realizado em parceria com a Fundação Roberto Marinho, no Rio de Janeiro.

"Aprendendo sobre avaliação a partir de casos práticos", com Alexsandro Santos, Eduardo Marino e Martina Rillo Otero.

 

2010

"Panorama da avaliação de programas e projetos sociais no Brasil", com Anna Peliano (IPEA) e Martina Rillo Otero (Instituto Fonte) apresentam e discutem resultados de estudos realizados sobre a prática da avaliação no campo social.

"Avaliação Interna e Externa", com Martina Rillo Otero (Instituto Fonte)  e Tatiana Filgueiras.

"Indicadores para a Avaliação de Projetos Sociais", com Com Leandro Lamas Valarelli (consultor) e Inês Mindlin (gerente de programas da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal).

 

2009

A participação na Avaliação", com Rogério Silva (ex-consultor associado do Instituto Fonte) e Maria Cecília Roxo (consultora e docente).

"Como avaliar um projeto social?", com Eduardo Marino (consultor independente) e Naércio Menezes Filho (consultor e docente da FAU/SP).

"Como temos vivido a avaliação?", com Melina Risso (Instituto Sou da Paz) e Bruno Novelli (AlfaSol).

"Tendências da Avaliação de Projetos Sociais", com Daniel Brandão (ex-consultor associado do Instituto Fonte) e Márcia Joppert (Rede Brasileira de Avaliação).

Aprendendo sobre avaliação a partir de casos práticos

O encontro, organizado pelo Instituto Fonte e Fundação Itaú social, aconteceu na sede da Ação Educativa em São Paulo, no dia 10 de novembro de 2010.

Participaram da mesa:

Alexsandro Santos, consultor técnico legislativo, pedagogo e consultor em gestão de políticas educacionais e avaliação de programas e projetos sociais, falou sobre sua experiência em avaliação na Comunidade Educativa CEDAC.

A seguir, Eduardo Marino, avaliador e facilitador atuante em programas relacionados a sustentabilidade, conservação ambiental, etc., fala sobre os cuidados para se realizar uma boa avaliação e do processo artesanal que configura este trabalho, tendo como exemplo seu trabalho com a Unisol.

Finalizando, Martina Rillo Otero, consultora em avaliação pelo Instituto Fonte e coordenadora do Projeto Avaliação, fala em substituição a Victor Pereira, mestre em Ciências do Movimento Humano pela UDESC que trabalha há 15 anos na elaboração de projetos educacionais. Victor teve um problema de saúde e não pode comparecer ao evento, mas Martina substitui-o de improviso, falando sobre a experiência das avaliações sistematizadas para este encontro.

 

Veja as fotos do evento.

Visualise as apresentações em ppt utilizadas pelos conversadores:

- Alexsandro Santos

- Martina Rillo Otero

Eduardo Marino

Leia as transcrições das falas:

- Introdução

- Alexsandro Santos

- Martina Rillo Otero

Eduardo Marino

- Plenária

 

Para acessar o conteúdo dos encontros anteriores, veja a sessão "diálogos" de nosso site, em http://institutofonte.org.br/dialogos

Pesquisas sobre o campo da avaliação de iniciativas sociais

Entre 2011 e 2012 o Instituto Fonte e Fundação Itaú Social, em parceria com Instituto Paulo Montenegro e Ibope, realizaram pesquisa sobre as abordagens de avaliação existentes no Brasil, a partir da prática de profissionais que atuam com avaliação. A pesquisa reune uma seção sobre análise do perfil e da articulação entre os profissionais; uma caracterização de abordagens a partir da análise da prática de profissionais referência entrevistados em profundidade e uma análise dos desafios de desenvolvimento da avaliação no Brasil.

As abordagens de avaliação no Brasil

 

 

A pesquisa a seguir foi realizada pelo Instituto Fonte e Fundação Itaú Social, em parceria com Instituto Paulo Montenegro e Ibope, no ano de 2009, com o intuito de mapear quanto e como as ONGs brasileiras realizam avaliação de seus projetos e programas sociais, além de buscar conhecer as motivações, desafios e tendências da avaliação de projetos e programas sociais no Brasil.

- A avaliação de programas e projetos sociais de Ongs no Brasil

 

O seguinte link refere-se a um estudo do Instituto Fonte e da Fundação Itaú Social, em parceria com a InterScience, no ano de 2008, sobre a visão e as práticas de avaliação de investidores privados.

- A visão dos investidores privados sobre avaliação de iniciativas sociais

 

O link abaixo refere-se a estudo realizado em 2008 pelo Instituto Fonte, em parceria com a Fundação Itaú Social, sobre as Dissertações de Mestrado e Teses de Doutorado relacionadas com avaliação.

- Identificação e análise da produção acadêmica brasileira sobre avaliação de projetos sociais